“O objetivo é crescermos como equipa”


Raquel Infante, internacional portuguesa, reage ao sorteio da 24.ª edição da Algarve Cup.

A Seleção Nacional de futebol feminino já conhece os adversários que irá defrontar na 24.ª edição da Algarve Cup, prova que decorre entre 28 de fevereiro e 7 de março de 2018.

Portugal está inserido no grupo 1, juntamente com as seleções da Noruega, Austrália e Coreia do Sul.

Raquel Infante, internacional portuguesa que soma 16 jogos pela Seleção A, espera dificuldades diante das três formações que estarão no caminho da equipa das Quinas.

“As três seleções são totalmente diferentes. A Austrália é uma das potências do futebol feminino e tem estado sempre presente nos Campeonatos do Mundo, tal como a Noruega. Não gosto de falar em favoritos, mas penso que a Austrália é a seleção mais forte do grupo, até pelo ranking que apresenta [6.º lugar na tabela da FIFA]”, considera a defesa de 27 anos, em declarações ao site do Sindicato dos Jogadores.

Relativamente às expetativas de Portugal para esta competição, a jogadora que atualmente representa o Rodez, de França, defende que o fundamental é preparar da melhor forma os jogos de apuramento para o Mundial 2019.

“O que ambicionamos com esta competição é crescermos como equipa. Temos a oportunidade de defrontar grandes seleções e isso faz-nos crescer a nível tático, emocional, técnico e de coesão de grupo. Este torneio é muito importante para todas as jogadoras e para a nossa Seleção”, conclui Raquel Infante.

A seleção mais cotada do ranking da FIFA presente na 24.ª edição da Algarve Cup é o Canadá, que ficou inserido no grupo 2, juntamente com as seleções da Suécia, China e Rússia.

Eis a constituição dos grupos da 24.ª edição da Algarve Cup:

Grupo 1: Austrália, Noruega, Coreia do Sul e Portugal;
Grupo 2: Canadá, Suécia, China e Rússia;
Grupo 3: Holanda, Japão, Dinamarca e Islândia.

Partilhar