Portugal despede-se da Liga das Nações


Golo em cima do apito final afastou seleção da competição.

O jogo frente a Espanha antevia-se já complicado. Com os espanhóis feridos de uma derrota frente à Suíça, apenas a vitória interessava. Já a Portugal, o empate bastava para seguir para a final-four da Liga das Nações e, apesar da vontade de vencer, a equipa das Quinas não conseguiu chegar ao golo. 

A primeira parte foi equilibrada, mas sem grandes ocasiões de perigo, em particular para os espanhóis, que durante os primeiros 45' não deram grande trabalho a Diogo Costa. As melhores oportunidades foram mesmo para o lado da seleção nacional, por intermédio de Rúben Neves (23'), Diogo Jota (33') e Bruno Fernandes (37'). Ainda assim, não foram suficientes para alterar o marcador.

De regresso dos balneários, Cristiano Ronaldo abriu a segunda parte com uma grande oportunidade, mas o jogo continuou repartido, ainda que com mais bola por parte de Portugal. Com o passar do tempo e o marcador ainda a zeros, a Espanha foi crescendo no terreno de jogo, com mais coração que com cabeça e Portugal deixou-se levar. Recuando a cada avanço espanhol, a maior ocasião dos visitantes surgiu mesmo aos 87', por parte de Morata que não desperdiçou a oportunidade. 

Tão em cima do apito final, Portugal já não conseguiu contrariar a Espanha e acabou mesmo por ficar de fora da final-four da Liga das Nações. Já a Espanha, junta-se assim a Itália, Croácia e Países Baixos.

Partilhar